Tom Veiga morre de AVC hemorrágico; saiba reduzir o risco de ter um derrame

Tom Veiga,  o manipulador do papagaio Louro José - Reprodução/Instagram

Tom Veiga, o intérprete do papagaio Louro José, morreu neste domingo (1º) em virtude de um AVC hemorrágico causado por um aneurisma, segundo informações do laudo do IML (Instituto Médico Legal) veiculadas no programa "Mais Você". 
 
O AVC — popular derrame — do tipo hemorrágico é caracterizado pelo sangramento causado pelo rompimento de um vaso cerebral, motivado principalmente por hipertensão, ruptura de um aneurisma e doenças cardíacas. Nesse caso, a letalidade é maior.
 
Apesar da gravidade e do alto índice de mortes, existem recomendações para reduzir o risco de sofrer um AVC. Veja quais são elas: 
 
Controle a pressão 
 
A hipertensão é disparado o maior fator de risco, sendo responsável por mais de 50% dos casos. A parte interna das artérias é composta pelo endotélio, tecido que permite que o sangue circule livremente, sem formar coágulos. A pressão alta danifica essa área, o que motiva a formação de trombos sanguíneos. Além disso, acelera a aterosclerose e o processo inflamatório na parede do vaso. Por isso, mantenha a pressão arterial na marca de 12/8, com a redução do consumo de sal e uma alimentação rica em fibras, legumes, frutas, verduras e cereais.
 
Reduza a gordura 
 
O colesterol ruim (LDL) também agride o endotélio, e representa 25% das causas de AVC. O aumento de placas de gordura desencadeia a aterosclerose e pode obstruir as artérias. Portanto, evite açúcar refinado, farinha branca e o consumo de alimentos ricos em gorduras saturadas e trans (salgadinho de pacote, bolacha recheada, carnes gordurosas, leite integral, margarina). Prefira peixe, oleaginosas (nozes, castanhas, avelã) e produtos integrais, para estabelecer as taxas recomendadas: HDL (bom) 40 mg/dl; LDL (ruim) 130 mg/dl; total (mistura do bom com o ruim) 190 mg/dl.
 
Modere no açúcar 
 
O diabetes pode ser causado por fatores genéticos, mas também por uma dieta farta em açúcar, carboidrato e gordura. Não abuse de farinha branca, bebida alcoólica e docinhos de sobremesa. Troque por alimentos integrais e ricos em fibra, leguminosas, legumes, verduras e adoçante. Assim, você não ultrapassará o nível de 99 miligramas de glicose por decilitro de sangue (mg/dl) e evitará lesões no endotélio e doenças cardíacas.
 
Cuide do coração 
 
As cardiopatias são fatores de risco importantes de AVC. A fibrilação atrial, por exemplo, promove o batimento irregular do coração, o que favorece a formação de coágulos, que podem ser liberados e chegar ao cérebro. Essa arritmia está relacionada com a idade, e atinge 10% das pessoas acima de 70 anos e 20% daquelas com mais de 80 anos. O infarto do miocárdio e a insuficiência cardíaca também aumentam a probabilidade de sofrer um derrame.
 
Atente ao peso 
 
A obesidade facilita o surgimento de hipertensão, colesterol e diabetes. Por outro lado, pode causar, mesmo isoladamente, o AVC. O acúmulo de gordura no tecido adiposo abdominal forma substâncias que aumentam a formação de plaquetas, que é um dos elementos do sangue envolvido com a coagulação. Além de gerar síndromes metabólicas, o excesso de peso provoca apneia, que compromete a respiração e gera alterações cardiovasculares e complicações circulatórias. 
 
Relaxe 
 
O estresse promove a agregação das plaquetas, que funcionam no sistema de coagulação, e aumenta a pressão arterial, a arritmia cardíaca e a contração das artérias. Mude a vida cotidiana para sanar a irritação.
 
Não fume 
 
As substâncias contidas no cigarro lesam o endotélio e estimulam o processo de aterosclerose, por serem potencialmente agressivas. Não importa a quantidade. Basta fumar para sofrer as consequências, que também podem aparecer no tabagismo indireto. Há estudos que mostram o aumento do número de casos de AVC em pessoas que convivem com fumante, quando se analisa a corrente sanguínea. 
 
Beba com moderação 
 
O excesso de consumo de álcool leva a doenças cardiovasculares, facilita a aterosclerose e aumenta a agregação das plaquetas. A intoxicação alcoólica é perigosa por que causa desidratação e, em razão disso, perda de volume sanguíneo circulante. Por isso, modere. Beber de forma crônica — todos os dias e em grande quantidade — lesiona o fígado, provoca problemas de coagulação e até um AVC hemorrágico.
 
Saia do sofá 
 
O sedentarismo é um fator de risco baixo, mas importante, sobretudo nos hipertensos, obesos e portadores de diabetes e colesterol alto. Praticar exercício melhora o metabolismo corporal. Caminhe por 30 minutos todos os dias e faça atividades aeróbicas e de musculação. A intenção não é se tornar um atleta, mas trabalhar ações preventivas. 
 
Durma bem 
 
Dormir de 7 a 9 horas é o suficiente para regenerar as células lesadas durante o dia. O sono irregular ou a falta dele aumenta a pressão arterial e a arritmia cardíaca. A quantidade insuficiente pode impactar, ainda, no estresse e na ansiedade. Outros mecanismos podem prejudicar a qualidade do repouso, como a apneia.
 
Avalie o uso de pílula anticoncepcional 
 
Esse método contraceptivo pode provocar trombose em mulheres com histórico de familiares de primeiro grau que tiverem tal doença antes dos 50 anos. Nesse caso, é necessário avaliar o uso com um médico. Não é uma situação de contraindicação, mas pode ser um fator de risco para quem tem tendência à formação de trombos em algum órgão. Associado ao tabagismo, a chance aumenta exponencialmente. 
 
Faça exames periódicos 
 
Avaliar a nossa saúde periodicamente pode ajudar a identificar a probabilidade de sofrer um AVC. Além da bateria geral para analisar as taxas de glicose e colesterol e a pressão arterial, vale rastrear o risco de doenças cardiovasculares, com a realização de exames como ultrassonografia, angiotomografia, angioressonância, ecocardiograma e holter. Intensifique o tratamento preventivo (a cada seis meses) caso tenha familiares de primeiro grau com histórico de doenças relacionadas ao AVC.
 
Pedidos online para restaurantes Aumentar vendas e pedidos em restaurantes Aplicativo de delivery para restaurantes Site para fotógrafo Vender fotos online loja online criação de site plataforma de ecommerce Facebook Ads / Instagram Ads